Fause Haten, quem sabe faz ao vivo!

Fause subiu ao palco do teatro FAAP hoje, antes de seu desfile para agradecer a presença de todos e reafirmar que estava ali para cumprir sua missão: apresentar a coleção de abril 2014.
Fause pegou para si efetivamente uma missão. Estilista e empresário bastante consagrado e sólido no mercado de roupa, resolveu apresentar publicamente outros dons, ele canta, toca piano, inclusive ao final da apresentação de hoje mas, principalmente, questiona o “status quo” dos desfiles tradicionais.
Hoje, um cenário de desfiles, cadeiras em fila e seis modelos de costas em lingerie sobre o palco, entra Fause e com a ajude de seus assistentes cria uma roupa ao vivo, uma moullage à maneira das lojas de tecido, só que muito rica, várias pregas e volumes.
Em seguida, várias camadas de saias, tules, tafetás, acessoradas por colares de plumas e girlandas de flores, cobertas por ricos mantos bordados faziam surgir imagens barrocas de santas.
A referências estética mais forte é a América Latina, sobretudo o México mas também a Venezuela, a Colombia e um toque indiano nas aplicações florais das saias e capas.
Forte e inusitado. Parabéns Fause pela sua ousadia sempre.
beijão

fauzi

fauzi1