Clássicos são para sempre

Há mais de um ano em cartaz, nas melhores bancas do país, nosso brinco pentagrama maravilhosamente modelado pela Isabelli Fontana, numas das mais belas capas da Vogue Brasil de todos os tempos continua a fazer sucesso. Tanto que faremos uma nova fornada com pouquíssimas peças, reserve o seu.

O termo poderoso é perfeitamente empregado nesse caso. Segundo nossa maga de plantão Helena Gerenstadt,  além de lindo o pentagrama tem sido associado desde muito tempo ao mistério e a magia. Para os Pitagóricos, simbolizava a saúde e o conhecimento.

Numerologicamente, o pentagrama é a soma do elemento 2 (feminino) e 3 (masculino). É o símbolo da união e a síntese, é o número dos dedos de uma extremidade e número dos nossos sentidos.

Também é representado com o desenho de um homem dentro de seu interior. Leonardo da Vinci vê essa representação no homem de Vitruvio. Quando o pentagrama é desenhado dentro de um círculo, une todos os aspectos do homem. Esse círculo mostra que tudo é um ciclo. A extremidade acima do pentágono representa a supremacia do espírito no corpo e no poder que esta tem no nosso corpo.

Entre os Hebreus, representava a Verdade e os cinco livros Pentateuco, que tem para os Judeus o nome de Tora, que quer dizer a “lei escrita” revelada por Deus.

Para os egípcios era o útero da Terra, mantendo uma relação de simbolismo com as pirâmides.

Ta bom né?

 

1957615_10152181758445340_1901360740_n

capa4

backisabe4

backisabe5

isabeli_vg002

isabeli_vg12_capa

 

 

http://glo.bo/ShzyxA